Possíveis Trajetórias de Óleo em 2019 Simuladas pelo CMOP

Evento: 1° Seminário da Divisão de Modelagem Numérica do Sistema Terrestre
Organizador: DIMNT/INPE

Palestrante: Valdir Innocentini
Contato: vinnocentini@hotmail.com

Data: 10 de fevereiro de 2021
Horário: 15H30 – 16H30
Link de perguntas: https://app.sli.do/event/5l2qlpbq

Biografia: Valdir Innocentini tem graduação em matemática aplicada pelo IME-USP, mestrado em meteorologia pelo IAG-USP, e PhD em meteorologia pela University of Reading. Foi docente no IAG de 1977 a 1987, e pesquisador do INPE a partir de 1987. Dedica-se ao desenvolvimento de modelos de ondas de superfície do mar acoplados a modelos atmosféricos de área limitada desde 1990.Mais recentemente estudou o efeito das gotículas geradas pela quebra de ondas no stress superficial e no sequestro de CO2. Nos últimos anos envolveu-se em modelagem dos processos que acompanham o óleo derramado no mar, seja em águas profundas ou águas rasas.

Resumo da palestra: Com a chegada de manchas e fragmentos de óleo ao longo de mais de 2000 km da costa brasileira em 2019, evidenciou-se a necessidade de um maior conhecimento sobre impactos, causas e medidas a serem tomadas em casos de derramamento de óleo no mar. Como as manchas de óleo deste evento não foram detectadas por sensoriamento remoto, foi sugerido que o óleo deslocou-se sob a superfície a partir de um petroleiro ou de um navio naufragado. Modelos numéricos apropriados para simular deslocamentos e transformações físico-quimicas de óleo podem responder a várias questões e testar hipóteses.

Nesta palestra será apresentado o modelo CMOP (Coupled Model for Oil spill Prediction) atualmente em fase de desenvolvimento. A organização do código e princípios adotados para torná-lo eficiente serão apresentados. Simulações do CMOP do deslocamento do óleo na superfície ao longo da Corrente Sul Equatorial e em subsuperfície serão discutidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *